Conheça os perigos extremos do estresse.



Depois desse artigo você será muito mais cuidadoso

Em alguns dos nossos artigos já mencionamos a presença do cortisol em nosso organismo e o perigo do excesso desse hormônio.

O cortisol é aquela substância que influência nossa saúde psicológica, controlando estresse e doenças psicossomáticas.

Ele é chamado pelos especialistas de glicocorticoide, ou seja, um hormônio esteroide produzido a partir do colesterol existente nas glândulas suprarrenais (localizadas acima dos rins).

Esse hormônio possui funções importantes em nosso corpo mantendo todo o nosso equilíbrio psicológico.

Outro benefício trazido pelo cortisol é na nutrição: ele seleciona os nutrientes que nosso corpo necessita, como carboidratos, gorduras e proteínas.

Além disso, atua ampliando nossa energia corporal.

Outros benefícios do cortisol no organismo

  • Inibe a produção de insulina
  • Previne o acúmulo de glicose
  • Estreita as artérias do corpo
  • Auxilia no bombeamento sanguíneo
  • Emite sensação de normalidade e felicidade
  • Equilibra o nível de açúcar, inibindo a diabetes

O que o excesso de cortisol causa?

Quando o nível de cortisol em nosso corpo se eleva, é sinal de que estamos absorvendo muitas energias negativas como os problemas e estresses de outras pessoas.

Nesse caso, todos os benefícios causados por esse hormônio passam a ter efeito contrário.

É normal que nesses casos a pessoa sofra com aumento de peso, irritação, insônia e até mesmo a depressão.


O nível de glicose em nosso corpo passa a ficar desregulado, fazendo com que as células não funcionem corretamente e o cérebro receba informações de que, a cada momento, você está com mais fome.

Isso pode causar excessos desastrosos, transformando a glicose em gorduras localizadas por todo o corpo.

O problema da fome relacionada ao cortisol não é apenas que ele causa vontade de comer, mas gera uma vontade insaciável de alimentos que contenham mais cortisol.

Além disso, podem surgir as inflamações crônicas que se ampliam somadas à má alimentação e ao estresse.

O nosso sistema imunológico também sofre com o aumento desse hormônio no corpo, facilitando a aparição de resfriados e doenças gripais, cânceres, alergias alimentares, problemas gastrointestinais e doenças autoimunes.

Problemas a longo prazo

O estresse a longo prazo e o cortisol elevados podem prejudicar ainda a nossa vida reprodutiva, afetando hormônios sexuais importantes para o ser humano.

Podemos ainda citar a insônia, o desenvolvimento de síndromes de fadiga crônica, distúrbios de tireoide, depressão e até demência.

É importante que nossas emoções sejam controladas e existem diversas maneiras de monitorar os aspectos negativos de proibi-los de tomarem conta da sua vida.

Sempre busque auxílio médico quando achar que algo em seu organismo está agindo de maneira descontrolada.

Caso você já tenha sentido algum dos sintomas acima ou conhece alguém que sofre desta maneira, conte-nos sua experiência através dos comentários e lembre-se de compartilhar essas informações importantes.



Comentar

one + ten =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.